Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Voltar de novo aos carris. 2013 :)

here in littlebubble, em 01.01.13

Primeiro post de 2013.

A noite de ontem, incrivelmente, foi uma boa noite.

Depois de algumas desilusões na forma de cancelamentos por parte de amigos, que preferiram o seu próprio conforto à minha vontade de fazer planos, acabei por ficar apenas com a minha amiga V. Não quero ressentimentos no meu coração este ano e como tal, já enviei a cada um deles uma mensagem de feliz ano novo, apesar da desilusão que me causaram nas últimas horas do ano findo. Fomos jantar as duas a um restaurante italiano bastante agradável, se bem que a sangria não foi das melhores que bebi... Jantámos e conversámos e rimos e partilhámos histórias e opiniões. Foi agradável, apesar do temporal que se fazia sentir lá fora. Depois disso, fomos até ao casino. Foi um bom final de ano, apesar dos muitos sentimentos e pensamentos que fluiram através de mim.

 

À meia noite, incrivelmente, foi nele que pensei. No R.

Mas este ano, vai ser diferente. É em mim que vou pensar.

 

Ontem, enquanto via os primeiros episódios da série "The New Normal", houve algo que uma das personagens disse que fez todo o sentido para mim:

 

Life felt safe even though it wasn't. Maybe if i felt less confortable, i wouldn't have wasted so much time.



E fez todo o sentido para mim, porque durante muito tempo, com o R, apesar de saber que não estávamos bem, a vida fazia sentido. Era certa, sabia bem assim. E se calhar foi por isso que escolhi não pensar em tudo o que não corria bem. Se calhar, por ser diferente de mim, ele pensou. E por isso foi ele que escolheu sair e que eu não esperava. Porque me sentia confortável com este arranjo que tínhamos, apesar de não me sentir totalmente realizada na relação. E então, o tempo foi correndo e fomos perdendo tempo juntos. Se calhar por isso, todo o tempo que passámos juntos, esta década, não pareceu assim tanto tempo. O tempo corria e corria sem esperar por mim. Desperdicei tempo, tempo que agora considero precioso, apenas pela minha dificuldade de aceitar ou sequer fazer por haver mudanças. E ontem, enquanto ouvia o Pedro Abrunhosa, apercebi-me que estou atrasada. Tenho 26 anos e sinto que estou atrasada na vida. Tenho amigos a casar, uma amiga ficou noiva ontem e eu sinto que desperdicei muito tempo com uma pessoa que eu sabia (e ele sabia) que não era para sempre. Porque é que fiquei? Porque é que ficámos? E agora sinto que perdi demasiado tempo e que já devia ter atingido mais na vida. Sinto-me em atraso. Será que foi conseguir recuperar esse atraso? Voltar de novo aos carris?

 

Espero que seja isso que 2013 tenha preparado para mim. Eu vou fazer por isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

às 16:43


...retalhos de pensamentos, post its de emoções, pedaços de músicas, imagens que falam comigo e tudo mais aquilo que fizer a minha mente fervilhar...

E sobre mim...

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Back there

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D