Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sempre na Moda: Passatempo!

here in littlebubble, em 12.08.12

Mais um óptimo passatempo no Sempre na Moda!

E desta vez um biquini lindo :)

 

http://semprenamoda.com.pt/2012/08/passatempo-phax/

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:51

Será?

here in littlebubble, em 12.08.12
Será que ainda me resta tempo contigo,
ou já te levam balas de um qualquer inimigo.
Será que soube dar-te tudo o que querias,
ou deixei-me morrer lento, no lento morrer dos dias.
Será que fiz tudo que podia fazer,
ou fui mais um cobarde, não quis ver sofrer.
Será que lá longe ainda o céu é azul,
ou já o negro cinzento confunde Norte com Sul.
Será que a tua pele ainda é macia,
ou é a mão que me treme, sem ardor nem magia.
será que ainda te posso valer,
ou já a noite descobre a dor que encobre o prazer.
Será que é de febre este fogo,
este grito cruel que da lebre faz lobo.
Será que amanhã ainda existe para ti,
ou ao ver-te nos olhos te beijei e morri.
Será que lá fora os carros passam ainda,
ou as estrelas caíram e qualquer sorte é bem-vinda.
Será que a cidade ainda está como dantes
ou cantam fantasmas e bailam gigantes.
Será que o sol se põe do lado do mar,
ou a luz que me agarra é sombra de luar.
Será que as casas cantam e as pedras do chão,
ou calou-se a montanha, rendeu-se o vulcão.

Será que sabes que hoje é Domingo,
ou os dias não passam, são anjos caindo.
Será que me consegues ouvir
ou é tempo que pedes quando tentas sorrir.
Será que sabes que te trago na voz,
que o teu mundo é o meu mundo e foi feito por nós.
Será que te lembras da cor do olhar
quando juntos a noite não quer acabar.
Será que sentes esta mão que te agarra
que te prende com a força do mar contra a barra.
Será que consegues ouvir-me dizer
que te amo tanto quanto noutro dia qualquer.

Eu sei que tu estarás sempre por mim
Não há noite sem dia, nem dia sem fim.
Eu sei que me queres, e me amas também
me desejas agora como nunca ninguém.
Não partas então, não me deixes sozinho
Vou beijar o teu chão e chorar o caminho.
Será,
Será,
Será!

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:30

João Rebocho Pais: Estranhara a incongruência caligráfica, mais ainda a origem masculina e o porquê da coisa...

here in littlebubble, em 11.08.12
o intrinseco de manolo
Sinopse:
Na aldeia alentejana de Cousa Vã - vizinha da espanhola Ciudad del Sol - o nome de Manolo anda nas bocas escancaradas dos que passam as tardes na tasca a aviar minis, quiçá para que ninguém repare no que realmente se passa em suas casas - e talvez seja melhor assim. É, porém, facto indesmentível que Maria tem o hábito de desaparecer às sextas-feiras - e isso basta para que a mediocridade omnipresente faça do marido um adornado e da chacota um estranho alívio para a dureza dos dias. Manolo refugia-se do falatório acusador à sombra de uma azinheira secular, único ser vivo com quem pode dividir agora as suas mágoas; e, embora certo da virtude da sua Maria, não ignora a missiva que o carteiro lhe deixou em casa nessa manhã e que trazia - pois é - remetente espanhol… No jogo repetido que é o dia-a-dia dos lugares pequenos - onde ninguém ganha e quase todos perdem -, a descoberta da improvável verdade trará, mesmo assim, a Manolo a oportunidade de mostrar aos conterrâneos, de forma anónima, o seu intrínseco, seguindo os ensinamentos dos que, sendo velhos ou já desaparecidos, são parte importante da sua história - e da de Cousa Vã. Com um trabalho notável na composição das figuras e uma recuperação inteligente da linguagem popular de um Alentejo quase mítico, João Rebocho Pais estreia-se na ficção com um romance terno, mágico e, ocasionalmente, escatológico sobre o poder da excepção sobre a regra.

Crítica:
Através de uma linguagem engraçada, rude e composta ao mesmo tempo, o narrador transporta-nos para uma aldeia perdida no Alentejo profundo, a uns passinhos da fronteira, onde conhecemos uma série de personagens, todas elas tão diferentes e complexas (seria possível viverem efectivamente numa aldeia?). Serão elas a hipérbole da sociedade moderna mas desta vez todas presas numa única localidade? Falam-se de temas como o álcool, a homossexualidade, a ninfomania, as mentes tacanhas, o amor pela natureza, a loucura, a (falta de) higiene pessoal e um amor incrível, enorme, arrebatador, renascido e para sempre.
Vale muito a pena
.
Pontuação: 4/5

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

às 20:21

O dia em que decidi fazer um almoço diferente. Nhami!

here in littlebubble, em 10.08.12


Este foi hoje o meu almoço. Para comemorar o facto de ser o meu último dia de férias. Sim, hoje é sexta-feira, mas a minha boss é querida o suficiente para, com o intuito único e exclusivo de mostrar quem manda e me dar o recado de que nem tudo/nada é como eu quero, vai-me obrigar a ir trabalhar ao sábado de manhã no último fim-de-semana das minhas férias.

Mas a culpa é minha. Porque devia ter marcado as férias até segunda ou mesmo até terça e aproveitar o feriado de quarta. Mas estou sempre preocupada com as colegas... Toma lá que é para aprenderes. Mas enfim, também é só de manhã...


In the meanwhile, vou aproveitar o meu almocinho, ver mais uns episódios de Fringe (já estou quase a terminar a segunda temporada e sinceramente estou a adorar...não sei porque é que não comecei antes a ver. Está bem que o primeiro episódio não me cativou muito mas como poderia desconfiar de uma série do J.J Abrams?) e mais logo vou andar, para compensar a bicicleta, que também tem estado de férias...

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 14:03

Existem dois tipos de mulheres.

here in littlebubble, em 10.08.12


Existem dois tipos de mulheres: as Elinor e as Marianne.

Para quem não sabe, estas são as três irmãs do romance da Jane Austen, "Sensibilidade e Bom Senso".


Elinor - mulher que cuida dos outros, que toma responsabilidade, que se preocupa mais com os outros e com os seus sentimentos e dores, do que com os seus próprios sentimentos ou desejos. Como tal, tem tendência para se ver privada (e aceitá-lo) de muitos possíveis momentos de felicidade de forma a ser o ombro onde choram tristezas os outros, ser a amiga que lá está para todas as situações, mas não ser forte o suficiente para lutar pela sua própria felicidade nem de se esforçar por aquilo que quer. Muitas vezes vê a sua vida lhe passar ao lado.


Marianne - mulher apaixonada pela vida, por tudo aquilo que a rodeia, sendo capaz de emoções extremas. Ama muito e sofre, de forma igual forma. É animada, divertida, é apaixonada e apaixonante, sendo que ama, demonstrando-o a todos os que a rodeiam. Ama com todas as partículas do seu ser. Luta pelo que quer e pelo que acredita. Devido a esta excentricidade no demonstrar os sentimentos, muitas vezes estes tornam-se o ponto principal da sua vida e dos que a rodeiam.


Eu sou Elinor. E tu?

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:49

Ampelmänchen ou que é como quem diz "o homenzinho do semáforo"

here in littlebubble, em 08.08.12

Uma das coisas que achei mais piada em Berlim foi os bonecos dos semáforos. Em todo o lado por onde já tinha estado são, de uma maneira generalizada, muito parecidos, mais bicicleta, menos bicicleta.

Mas em Berlim, são completamente diferentes de todo o lado.

 

É esta a sua imagem!
E com isto, com a sua originalidade também foi gerado turismo.
A quantidade de tshirts, pins, ímans, marcadores de livros, canecas, saca-rolhas, malas e até chávenas de café vi com o Ampelmänchen...
Agora, após regressar, ando a pesquisar alguns assuntos de forma a tapar os gaps de conhecimento com que por vezes fiquei, ou então a aprofundar assuntos que foram abordados pelos guias de forma mais leviana ou confusa.
Hoje pesquisei sobre o Ampelmänchen, que significa "homenzinho do semáforo", tal como já referi.
Como é conhecido, durante anos, a Alemanha esteve dividida em zona oriental e ocidental. E tal como a Alemanha, também dividida esteve a cidade de Berlim. A zona oriental, controlada pelos comunistas e a zona ocidental, controlada pelos capitalistas, nomeadamente os EUA.
Esta imagem de semáforo era a utilizada na Alemanha Oriental, sendo que cada lado do muro utilizava simbologia distinta.
Após a queda do muro, foi iniciado o processo de transferir todos os semáforos para a figura estilizada empregue na zona ocidental da Alemanha, o que levou a alguns protestos. Estes protestos foram ouvidos o o homenzinho do semáforo foi restabelecido por todo Berlim oriental e ainda por alguns bairros de Berlim ocidental.
(o que acho incrível foi nunca ter reparado em boneco nenhum diferente...ou então não me chamou a atenção. Porque andei tanto por Berlim ex-ocidental como por Berlim ex-oriental...)

 

O desenho do homenzinho do semáforo foi criado por Karl Peglau, em 1961, um psicólogo especialista em trânsito. A sua teoria acerca deste boneco era de que as pessoas respondem melhor aos semáforos quando apresentados com mensagens amistosas, em vez de sinais coloridos que só possuem significado devido a convenções pré-estabelecidas. No entanto, Peglau temia que a figura por ele criada fosse rejeitada devido ao seu chapéu de “pequeno burguês”. Tal não aconteceu. E a imagem é realmente amistosa!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:52

Curiosidades da Europa Central: parte I

here in littlebubble, em 05.08.12

Berlim:

As alemãs são dos povos mais mal vestidos que vi. Sem qualquer tipo de senso de moda, combinação de cores e formas...

 

Praga:

Vi numa feira que estava a ocorrer numa pequena praça de Praga a forma mais original de comer batata frita. Toda a batata era cortada, com casca e tudo, sob a forma de espiral e colocada numa vara de pau, como se se tratasse de uma espetada e era assim frita e depois comida.

 

Viena:

Em Viena, existem um docinho típico, na forma de um bombom chamado "Bola de Mozart". Ou seja, não se deve sair de Viena sem provar a bola de Mozart (lol)

 

Budapeste:

Em Budapeste soube a forma como os húngaros adoravam a princesa Sissi. E gostavam tanto dela que se resolveram a fazer-lhe um palácio no campo onde ela se pudesse refugiar da corte do império austro-húngaro. E como se tal não bastasse, construiram o primeiro troço de caminhos de ferro desde o centro de Budapeste para o tal palácio da Sissi. E como ela era tão especial, construiram uma linda estação, com uma sala de espera especial para a princesa Sissi aguardar o comboio. Esta sala de espera da Sissi é hoje o McDonals mais bonito da Europa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:56

Realidade alternativa no aeroporto

here in littlebubble, em 05.08.12

Cheguei agora mesmo do aeroporto e deparei-me com uma situação que já tenho vivenciado de vez em quando, se bem que mais frequentemente nos últimos tempos. Começo a pensar em déjà vu e em realidades alternativas. No tapete de recolha de bagagem ao lado do meu,  estavam a receber as bagagens os passageiros provenientes da Madeira, local onde teria ido passar férias este ano caso a minha vida não tivesse dado uma tremenda cambalhota. Assim, olhei para aquelas pessoas que esperavam as suas malas e imaginei-as no avião, ao nosso lado. O "boa noite" dito por cortesia, o "com licença" e o "se faz favor" nos corredores do avião.

Imaginei que ele tinha lutado por esta relação, que ao fim de tanto tempo juntos, ainda valia a pena lutar. Imaginei que ele pudesse ter tido dúvidas (sim, quem não as tens?) mas que tivesse pensado que se durou tanto e havia tanto amor e carinho e respeito mútuo, é porque valia a pena e era uma coisa boa e a manter. Imaginei que ele sentisse por mim o tipo de amor que mais quero, um amor do género Maria e Manolo, daqueles pelos quais se luta, sem os quais não se consegue viver, pelos quais se corre, se luta, se esforça.

Imaginei-nos na Madeira. Imaginei os beijos, os abraços, o amor do qual não se pode falar aqui, os passeios de mão dada, o descobrir toda a ilha só os dois, as paisagens com que nos maravilhávamos juntos, a descoberta da ilha e a redescoberta do nosso amor.

 

Tudo isto em 2 segundos. E o que fica é só um nó na garganta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:49

Pág. 3/3



...retalhos de pensamentos, post its de emoções, pedaços de músicas, imagens que falam comigo e tudo mais aquilo que fizer a minha mente fervilhar...

E sobre mim...

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031



Back there

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D