Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


complexidade de pensamentos, sentimentos e emoções

here in littlebubble, em 20.01.13

Hoje estou assim...ansiosa.

Não sei se é de ser domingo, se é da chuva que cai lá fora, se é do silêncio que se faz sentir.

 

Ontem tive um jantar de aniversário da minha amiga T. Foi bom, foi divertido estar com pessoas com quem me sinto bem. E ontem sentia-me bem. Vesti a minha mini-saia nova, vesti as minhas peças amarelas preferidas e sentia-me bonita. Estava lá um amigo da T com quem ela queria fazer arranjinho e apesar de não termos falaro muito, senti que olhava para mim frequentemente e isso também me fez subir a auto-estima.

Assim que cheguei a casa, ao ver o feed de notícias do facebook, deparei-me com uma fotografia que me deixou incomodada e não sei bem porquê. Os meus sentimentos, a complexidade dos meus pensamentos confundem-me e deixam-me ansiosa. Uma foto do L com a ex-namorada. E independentemente de já não termos nada e praticamente não conversarmos um com o outro e de, claramente, eu não nutrir qualquer tipo de sentimentos por ele, a fotografia deixou-me ansiosa. Porque vejo toda a gente com alguém. E sinto-me sozinha, sinto que sou a pessoa mais sozinha... e depois disso, para melhorar o meu estado de espírito, o R veio falar comigo. E sempre que o faz, sinto nas suas palavras arrependimento da decisão que tomou, sinto que se sente triste por falar comigo do lado de fora, por já não fazer parte da minha vida e só consigo pensar "então porque é que te foste embora? porque é que não lutaste por mim se era isso que querias?". E a solidão intensifica-se, torna-se quase palpável. E adormeci num misto de ansiedade, dor psicológica, saudade de tempos passados, cansaço acumulado e falta de um futuro certo. E hoje, ao acordar mais um drama entre amigos, mais uma discussão em grupo, mais uma tempestade que nos ameaça a todas, enquanto amigas. E, como apaziguadora do grupo, sinto que vai sobrar para mim. A minha amiga J diz que não quer perder tempo com parvoíces, que tem imensas coisas na vida que quer fazer e não tem tempo para tudo. Eu sinto que o meu tempo me sobra. E que queria preenchê-lo mais. mas não sei como, nem com quê. Quero mudar e não sei por onde começar. E irrita-me o meu discurso ser sempre o mesmo. E custa-me a J achar que pode dispensar amigas, quando eu queria, em modo mesmo quase desesperado, ter ainda mais amigas.

 

E o L com a ex-namorada (ainda que a foto seja uma foto de grupo e ela esteja fisicamente a afastar-se dele, como comprovado por observações de meras técnicas de linguagem corporal) e o R que não pára de me fazer pensar em como tudo foi um erro e as minhas amigas que apenas querem viver as suas vidinhas sem objectivos e sem sobressaltos e a J que quer tudo aquilo que não tem e eu que quero mais sobressaltos, mais emoção, mais gente nova na minha vida...e é domingo e chove lá fora. E já chorei. E já estive zangada. E já estive em modo i don't caree preciso realmente de uma mudança. De emprego, de vivência, de convivência, de atitude.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 14:09


4 comentários

De Brυna a 20.01.2013 às 18:20

Dispensar amigas? :( Isso não se faz...
Acho que precisas de um passatempo :p
Se quiseres falar comigo, apesar de andar ocupada com trabalhos ultimamente, basta falares comigo! Estou ao dispor :p

Beijinhos**

De littlebubble a 20.01.2013 às 18:31

Quando se tem um grupo de amigas que já vem desde o secundário, como é o nosso caso, ou as vivências são parecidas e há vontade de manter contacto e fazer vincar a amizade, ou as pessoas acabam por crescer em sentidos diferentes. E acho que é isso que está a acontecer connosco. A J é mais parecida, em termos de gostos e vivências comigo, mas em termos de personalidade está a milhas de todas nós...e apesar de todas nos esforçarmos para manter esta amizade longa a funcionar, cada vez mais as diferenças são apontadas. E eu fico no meio...porque apesar de ser mais parecida com a J do que com qualquer uma das outras, não gosto de conflitos nem de desistências e então tento manter a paz entre todas. Enfim...
Beijinho e obrigada *

PS: passatempos já tenho o inglês e agora estou a pensar voltar para o pilates.

De Brυna a 20.01.2013 às 19:40

Sei como é que é... Comigo anda a acontecer exatamente a mesma coisa :x

De littlebubble a 21.01.2013 às 01:29

É complicado, conseguir gerir tudo isto. E quanto mais tento manter a paz entre o grupo, mais ele se parece romper. E cada vez é mais difícil fazer amigos novos... Se na escola era fácil porque éramos novos, se na faculdade era fácil porque havia muita gente, na vida adulta, do mundo do trabalho, as hipóteses e as oportunidades vão diminuindo. Então porque não fazermos o que podemos para manter quem temos? Apesar das diferenças, apesar de tudo?

Comentar post



...retalhos de pensamentos, post its de emoções, pedaços de músicas, imagens que falam comigo e tudo mais aquilo que fizer a minha mente fervilhar...

E sobre mim...

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Back there

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D